Seguro Desemprego para Empregadas Domésticas

Artigo sobre Seguro Desemprego para Empregadas Domésticas 

As empregadas domésticas assim como todos os outros trabalhadores merecem os benefícios trabalhistas que dão vantagens a todos que contribuem com seu serviço para o crescimento do país.  O Seguro Desemprego foi criado com o objetivo de custear as necessidades das pessoas que ficaram desempregadas e com isso a qualidade de vida destas pessoas se mantêm estável até o alcance de outra oportunidade de trabalho. Aqui você verá um pouco mais sobre seguro desemprego para empregadas domésticas com nossas dicas. Confira!

O trabalhador doméstico que foi mandado embora do trabalho sem justa causa tem o direito de receber o seguro desemprego, sendo uma parcela única com o valor de um salário mínimo mesmo se o empregador não o tenha cadastrado no FGTS. O trabalhador deve estar ocupando seu cargo no período mínimo de 15 meses nos últimos 24 meses. A Organização Internacional do Trabalho (OIT) é uma das organizações mais importantes na vida do trabalhador e apoia seus direitos, que incluem a igualdade de responsabilidades e competências do trabalhador doméstico e dos demais trabalhadores.

Para receber o benefício, os trabalhadores devem apresentar uma série de documentos como a carteira de identidade, carteira de trabalho e previdência social, documento de Identificação nos programas Pis-PASEP e outros. Mas é importante ressaltar que a pessoa que conseguir um novo emprego terá a suspensão do pagamento, assim como as pessoas que tentam fraudar o sistema e recusem repetidas vezes a convocação para outros empregos.

Os empregados domésticos são pessoas muito próximas a família e geralmente uma boa referência torna-se importante para aquisição de novos empregos. Pessoas sem experiência tendem a conseguir empregos mais tardiamente, assim como as que têm pouquíssimo tempo de trabalho em várias casas diferentes. Para saber mais sobre o seguro desemprego é só acessar o site da Caixa Econômica Federal e procurar a guia correspondente.

 


Bolsa Aluguel 2012: Cadastrar no Auxílio Moradia

Conheça o Bolsa Aluguel 2012 e saiba como se cadastrar no Auxílio Moradia

Auxílio Moradia

O governo de São Paulo tem se mostrado solidário as famílias mais carentes que sofrem algum dano em suas moradias por conta da utilização das mesmas pela prefeitura da cidade ou até mesmo pela ação da natureza nos últimos acontecimentos que deixaram várias famílias desabrigadas. Os projetos Bolsa Aluguel e Auxílio Moradia são distintos, mas podemos explicá-los sucintamente para um bom entendimento. Confira!

A Secretaria Municipal de Habitação (Sehab) está precisando de algumas áreas urbanas para a criação das CDHUs, e as famílias que residem nestas áreas têm direito ao benefício do Bolsa Aluguel, que é um boleto que cada família recebe mensalmente para que possam custear o valor do aluguel em outra região. Isso requer que a família se cadastre no programa, tendo então que receber até seis salários mínimos de R$300,00, que dá o máximo de R$1800,00. O Bolsa Aluguel exige que a pessoa vá até a Secretatia de Habitação ou ao CRAS e depois do cadastro receberá um boleto para a quitação do aluguel, que a cada mês deve ter o comprovante de quitação do mês anterior.

Quando estamos falando do Auxílio Moradia, nos referimos a um programa que está destinado as pessoas que foram afetadas pelas enchentes na perda total ou parcial de seus imóveis. Este auxílio é puramente emergencial e consiste no valor de R$300,00. Pode parecer pouco, mas numa hora dessas as pessoas costumam fazer verdadeiros milagres e aproveitar muito bem o pouco que ganharam para seguirem adiante.

O site do governo de São Paulo está livre para ser acessado pelo link www.saopaulo.sp.gov.br para a pessoa tirar as demais informações que tiverem dúvidas, e o local físico relacionado a estes pagamentos é a Caixa Econômica Federal. É importante ressaltar que os valores acima são dados por família, e não pessoa.


Consulta Pis Pasep pela internet

consulta pis pasep

Saiba como consulta o Pis Pasep pela internet

Pis Pasep é uma carga tributária devida ao governo por pessoas jurídicas, ou seja, por empresas, com a finalidade de manter os fundos do seguro desemprego e do abono para os trabalhadores formais.

Logo no início para que o funcionário pudesse sacar seu abono do PIS PASEP era preciso fazer a consulta do Pis Pasep diretamente no banco, as coisas evoluíram um pouco e com o cartão cidadão foi possível fazer esta consulta através de postos de auto atendimento, isto facilitou um pouco. Mas a melhor forma de consultar o abono do Pis Pasep é pela internet, afinal estará no conforto e segurança de sua casa para consultar o Pis Pasep!

Mas antes de consultar o Pis Pasep é preciso saber de algumas coisas, para que aí sim tenha como fazer sua consulta sem ter nenhum tipo de problema. São coisas muito simples que certamente terá como fazer rapidamente!

Quem pode receber abono do Pis Pasep?

Qualquer trabalhador formal que tenha cadastro no Pis Pasep a mais de cinco anos e que tenha trabalhado ao menos 30 dias no ano base poderá se beneficiar do abono Pis Pasep! Portanto se possui estes requesitos vale a pena consultar seu Pis Pasep!

Também vale lembrar que para ter direito precisa ter recebido até dois salários mínimos para que possa receber o abono Pis Pasep.

Onde consultar o Pis Pasep?

Poderá consultar o Pis Pasep no site da Caixa Econômica Federal, para isso basta que cadastre sua senha, que é muito simples de ser cadastrada, informe seu Pis e a senha a ser cadastrada, então na área de login bastará que insira seu Pis e senha para ter acesso a todas as suas informações.

Mas há ainda como facilitar muito isto através das datas previstas para a liberação do abono dos trabalhadores, pois os abonos são liberados ao longo do ano de acordo com o mês de nascimento de cada trabalhador, sendo assim vale sempre dar uma conferida também no site da Caixa Econômica Federal quais são as datas para aquele ano, e apenas quando chegar a data consultar seu Pis Pasep para conferir se seu abono está disponível.

E como tirar o cartão cidadão?

Agora que já sabe como consultar o Pis Pasep certamente deve estar interessado em saber como adquirir seu cartão cidadão, que serve para sacar seu abono do Pis Pasep e também para sacar outros benefícios a que possa ter direito.

Para adquirir seu cartão cidadão basta ter em mãos o número de seu Pis e ligar para 0800-726-0101, ou se preferir poderá ir diretamente a uma agência da Caixa Econômica Federal para solicitar o seu Cartão Cidadão e ter maior facilidade para sacar seu benefícios!

Quem poderá receber abono do Pis Pasep em 2012?

Todos os trabalhadores que já são inscritos no Pis Pasep a ao menos cinco anos e que no período 2011/2012 trabalharam ao menos 30 dias com carteira profissional assinada com rendimentos iguais ou inferiores a dois salários mínimos tem direito a receber o abono Pis Pasep 2012.

Se seu caso se encaixa na descrição acima é uma boa alternativa saber qual a data que será pago o abono do Pis Pasep referente a seu mês de nascimento e então consultar se já está disponível seu abono do Pis Pasep 2012!

O abono fica disponível um certo tempo e caso não seja sacado ele retorna para o governo, portanto se tem direito a receber deve consultar o Pis Pasep e assim que estiver liberado o sacar, afinal é um direito seu!

Consultar o abono Pis Pasep é uma das diversas facilidades que poderá encontrar no site da Caixa Econômica Federal, são diversos serviços úteis para o cidadão!