Como financiar um carro pela Caixa

A Caixa oferece uma série de vantagens em utilizar os seus serviços determinados de financiamento, bem como planos ótimos e pagamentos que poderão ser realizados em até 60 meses. Por isso, confira a seguir algumas das vantagens em realizar o Financiamentos de seu carro pela Caixa.

Com o financiamento de automóveis Caixas o usuário poderá contar com uma taxa de juros pré-fixada e baixa

Fonte Img: G1

Com este tipo de crédito, o financiamento acaba operando com juros cada vez mais estáveis, e apesar do usuário pagar um pouco mais de taxas e tarifações o financiamento acontece de forma mais segura, uma vez que não deverá depender de fatores variáveis, como acontece em taxas pós-fixadas que são ajustadas de acordo aos riscos de economia e de inflação. Saiba como calcular o financiamento de um veículo.

Além disto, o usuário conta com isenção de algumas tarifações e saberá exatamente quanto pagará no começo e no fim do financiamento.

Os financiamentos de veículos novos e usados

A Caixa facilita bastante à compra de veículos novos ou usados, sejam eles nacionais ou importados, o que permite que as pessoas físicas possam comprar o carro de acordo com o seu gosto e cabendo exatamente em seu bolso.

As motos também podem ser adquiridas desta forma, e o usuário poderá conseguir um financiamento de até 100% do veículo.

Um dos fatores que fazem com que a Caixa seja a empresa com os maiores diferenciais e destaques neste sentido, é que além de poder parcelar a dívida em até 60 meses, é possível realizar o financiamento total do valor do veículo.

Outro ponto positivo é que caso o usuário adiante algum pagamento, o banco poderá retirar os juros e possibilita ao devedor pagar a sua primeira e última parcela reduzindo até mesmo mais de 40% dos juros equivalentes ao empréstimo caixa.

Quem poderá utilizar o benefício

Qualquer pessoa física poderá adquirir seu carro novo ou usado, e para quem conta com conta salário ou já financiou o seu imóvel pela Caixa, as taxas ainda são consideradas como as melhores do mercado.

Para saber mais informações sobre tipos de financiamento, acesse nosso Blog e confira!


Como renegociar um financiamento com o banco

 Saiba como renegociar um financiamento com o banco e limpe seu nome

Queda nos juros, IPI reduzidos, facilidade de crédito, e lá vão as pessoas fazer os mais diversos tipos de financiamentos, adquirir dívidas muito longas com carros, motos, entre outros e nem sempre conseguir pagar. Quando isso acontece e uma solução dentro do orçamento doméstico não é encontrada, a única alternativa é renegociar a dívida adquirida. Isso pode acontecer quando uma das pessoas da família perdeu o emprego, quando por algum motivo a pessoa precisou gastar mais com outra área como alimentação ou saúde, ou, até mesmo, quando a mudança de emprego se fez necessária e o salário diminuiu.

A grande desvantagem é que no final, a pessoa pagará mais juros, mas é melhor fazer isso, procurar a financiadora para pedir que a dívida seja dividida em mais parcelas, do que atrasar as prestações. Ou um reescalonamento das parcelas é mais fácil de ser conseguido quando a pessoa não tem o nome sujo, por isso, é importante que a pessoa procure a instituição assim que notar que não conseguirá cumprir com os pagamentos. Apesar de conseguir ter parcelas menores, a pessoa precisa ter em mente que o valor final do produto aumentará muito. Em casos de automóveis, algumas vezes, chega a quase três vezes o valor real do produto.

A renegociação da dívida pode ser feito também por quem começou a ganhar mais e quer ficar menos tempo pagando. A vantagem de optar por pagar parcelas maiores, é que muito dos juros que seria inicialmente pago, é abatido e o montante final da dívida diminui. Para isso, a pessoa precisa procurar a instituição responsável pelo financiamento e solicitar essa alteração. É importante sempre se lembrar de verificar os novos juros e calcular quanto ficaria se o pagamento fosse feito pela primeira negociação e quanto ficará com a nova, para ver se realmente vale a pena.

Outra coisa que pode acontecer é da pessoa receber uma quantidade de dinheiro maior em determinado mês e usar essa quantia para diminuir a dívida do financiamento. Nesse caso, deve-se ir à instituição e falar que quer adiantar o pagamento de parcelas. O cálculo será feito de maneira que as últimas parcelas serão pagas e o valor dos juros será abatido. Sempre peça para ver os cálculos e confira, para ver se está tudo certo.

Leia também: Como negociar um divida de financiamento

Antes de adquirir qualquer dívida a pessoa precisa ter certa estabilidade financeira. Por mais que os juros baixos, os parcelamentos e as promoções sejam muito atrativos, só deve aproveitá-la quem tem a certeza de que vai conseguir honrá-la. Se o produto financiado for um automóvel, sempre se deve calcular e colocar no orçamento doméstico além dos custos da prestação haverá os custos de manutenção, que não é barato. Planejamento financeiro doméstico é essencial para conseguir pagar tudo sem passar por dificuldades.


Crédito construção

Conheça o Crédito Construção e saiba quais sãos os bancos que oferecem o Crédito para construção e reforma

O sonho da casa própria ainda faz parte dos sonhos de muitos brasileiros e a cada dia o financiamento para construção está sendo um grande facilitador para se realizar esse sonho. Muitos bancos oferecem linha de crédito para compra de material de construção. As taxas de juros normalmente são maiores do que as cobradas no financiamento de imóveis novos e diferem de uma instituição para outra.

Para ter direito ao crédito construção, é necessário preencher alguns pré-requisitos exigidos pelas instituição que oferecem o crédito, como possuir um terreno para a construção, ter um projeto já aprovado pela prefeitura, com orçamento calculado corretamente com o investimento inicial da obra e o valor máximo do financiamento para construção. Alguns bancos oferecem financiamento também para a aquisição do terreno.

Bancos que oferecem o Crédito Construção:

– Caixa econômica federal oferece financiamento para construção e reformas de casa

– Banco do Brasil oferece crédito material de construção

– Banco Bradesco também oferece crédito para comprar de material de construção

Consulte todos os bancos e compare seus juros antes de contratar um financiamento. Avalie o valor das parcelas de cada financiamento e veja se cabe no seu orçamento para não se prejudicar futuramente.


Como negociar uma divida de financiamento

Como negociar um divida de financiamentoSaiba como negociar uma divida de financiamento

Dívidas todos temos, ou teremos, afinal a maneira mais rápida de se adquirir bens é através de financiamentos, que vão desde financiamentos de grandes valores como o caso de imóveis, valores médios para carros e motos e até mesmo financiamento de valores baixos como móveis e eletrodomésticos.

O financiamento pode ser muito vantajoso sim, mas para isso é importante saber negociar sua dívida de financiamento, isto pode ser feito desde o momento em que o financiamento está sendo feito ou mesmo negociar a dívida de financiamento após já estar com o financiamento em andamento, então vamos a algumas situações que costumam ocorrer.

Como negociar uma divida de financiamento antes de assinar o contrato

Muitos dos problemas que as pessoas passam com financiamentos é justamente não negociar adequadamente, isto na maioria das vezes acontece por pressa, ou seja, quem está comprando quer comprar logo, isto não é uma boa para negociar divida de financiamento.

Ao negociar uma divida de financiamento antes de comprar é sempre bom lembrar que quanto maior for a entrada que puder oferecer menores (ou em menos quantidade) serão as prestações, isso sem falar que pagará juros apenas sobre o valor a ser financiado e não sobre o total.

Após ter uma boa clareza de qual o valor que poderá oferecer de entrada é importante ter claro qual o valor máximo que poderá pagar nas parcelas do financiamento de forma a não afetar sua finanças pessoais. Vale lembrar neste momento que quanto menor for o número de parcelas mais rapidamente estará livre desta divida.

Como negociar uma divida de financiamento em andamento

Este é outro ponto que muitas pessoas poderiam fazer e acabam não fazendo até mesmo por não saber que existe esta possibilidade. Na verdades para este caso para negociar divida de financiamento existem diversas alternativas, mas vamos a duas que são as mais utilizadas e que realmente oferecem vantagens para quem as utiliza.

Se passou a ter ganhos mensais que comportam parcelas maiores é considerável que ao invés de pagar de duas em duas vá negociar sua divida de parcelamento, assim fazendo um novo financiamento com uma quantidade menor de parcelar de um valor maior. Neste tipo de negociação terá a vantagem de pagar menos juros, pois os juros são ao mês, sendo um parcelamento em menos meses terá menos juros a pagar, pois para refinanciar a financeira terá que retirar os juros e fazer o recálculo com os juros do novo financiamento, sendo referente apenas ao meses das parcelas, que serão maiores e em menor número.

Caso tenha recebido um bom valor em dinheiro para ou quitar sua divida, ou talvez quitar parte dela deve ao invés de simplesmente pagar adiantado as parcelas pedir o abatimento dos juros sobre as parcelas que serão quitadas, ou mesmo negociar novamente a dívida, onde dará este valor como uma nova entrada e irá financiar o valor restante, onde poderá optar pelo mesmo número de parcelas com um valor menos ou talvez manter o valor das parcelas, porém com uma quantidade menor de parcelas.

Existem outras possibilidades para negociar dividas de financiamento, como por exemplo fazer empréstimo em seu banco para quitar a dívida, dependendo dos juros praticados pela financeira e pelo seu banco isso pode ser um bom negócio.

Como negociar divida de financiamento quando seu nome foi negativado no SPC e SERASA

Caso seu nome tenha sido incluído no SPC e SERASA irá precisar negociar a divida de financiamento para que seu crédito seja reabilitado, caso contrário seu nome ficará no SPS e SERASA por 5 anos.

Se pretende negociar basta fazer da mesma forma como nos casos anteriores, apenas é importante notar que só deve negociar divida de financiamento com o nome negativado se realmente tem condições de arcar com a divida, pois caso faça o refinanciamento e não consiga pagar seu nome será negativado novamente, iniciando-se a contagem novamente, ou seja, se seu nome estava sujo a 4 anos e meio e renegociou, ao não pagar seu nome será sujo por mais 5 anos!